Este blogue chegou hoje (17-09-2015) às 66666 vizualizações

terça-feira, 17 de março de 2015

Póvoa dos Sapos: São João de Areias

No Cadastro da população do reino (1527): na povoa dos sapos viuem 7 moradores; scilicet fogos.

Em 1758 tinha 60 vizinhos; scilicet fogos, que nos dá à volta de 180 habitantes. 

Nas Memórias paroquiais de 1758 o abade António Jozé Homem Freire, no dia 12 de Junho afirma: Tem a fregezia de Parada outra ermida de Santo Amaro, na Povoa do mesmo santo, distante da igreja hum coarto de legoa. E consta dos libros de vezita da mesma igreija que foi feita no anno de mil quinhentos e noventa e seis annos e dos mesmos libros consta que no anno de mil e sescentos e dezaceis o luguar se chamava a Povoa do Sapo de Santo Amaro, mas perdendo o nome antiguo, oje se chama a Povoa de Santo Amaro.

Desconhecemos quando a povoação mudou de nome para Póvoa de Santo Amaro.

Por Decreto de 7 de Setembro de 1895 foi extinto o concelho de São João de Areias, passando a freguesia de Parada a pertencer ao concelho de Carregal do Sal.


No censo de 1911 tinha: 91 fogos, e 352 habitantes.
No censo de 1940 tinha: 102 fogos, e 269 habitantes.
No censo de 1960 tinha: 104 fogos, e 238 habitantes.
No censo de 1970 tinha: 97 fogos, e 203 habitantes.
No censo de 1991 tinha 124 fogos, e 163 habitantes.



Capela dedicada a Santo Amaro (1596).
O estilo californiano da construção denuncia a emigração do seu dono para a América. São várias as casas deste estilo, que se encontrão na povoação.



Sem comentários:

Enviar um comentário