Este blogue chegou hoje (17-09-2015) às 66666 vizualizações

terça-feira, 28 de agosto de 2012

São João de Areias

Pelo Decreto de 28 de Fevereiro de 1835: o julgado de São João de Areias, compreende os seguintes concelhos; Santa Comba Dão, Currelos (Carregal do Sal), São João de Areias, Mortágua, Couto do Mosteiro, Oliveira do Conde, Óvoa (menos as povoações ao sul do rio Mondego, que foram anexadas ao julgado de Arganil), Pinheiro de Ázere, Silvares, Treixedo (menos a freguesia de Vila Nova da Rainha, e o lugar de Nagosela anexado ao julgado de Tondela), as duas freguesias de Papízios e Sobral de Papízios (desanexadas do concelho de Viseu), aldeia de São Jomil ( desanexada da freguesia da Lageosa do concelho de Viseu).

Em Outubro do mesmo ano de 1835; para comodidade do povo, foi o julgado de São João de Areias, mudado para a Vila de Santa Comba Dão.

Pelo Decreto de de 2 de Janeiro de 1838: os concelhos de São João de Areias, Carregal do Sal, Santa Comba Dão e Mortágua, passam a pertencer à Comarca judicial de Tondela. 

Pelo mapa eleitoral de 1838 o concelho de São João de Areias tinha 1022 fogos, Santa Comba Dão 1337, Carregal do Sal 2180 e Mortágua 1700. 

Apesar da publicação do mapa eleitoral em 1838, continuaram  as modificações ao mapa de 6 de Novembro de 1836: A freguesia de Papízios que estava incorporada no concelho de São João de Areias, passou para o concelho de Carregal do Sal. 

Pela nova divisão judicial de 1840 a Comarca de Santa Comba Dão era constituída por: Carregal do Sal com 2210 fogos, Santa Comba Dão 1380, São João de Areias 1001 e Mortágua 1709: Notasse a redução de fogos em São João de Areias, devido a perda da freguesia de Papízios.

Neste estabelecimento, ainda se encontram placas de quando o proprietário era correspondente de casas bancárias:
BANCO TOTTA & AÇORES;
BANCO PORTUGUÊS DO ATLÂNTICO
BANCO ESPÍRITO SANTO E COMERCIAL DE LISBOA;
BANCO NACIONAL ULTRAMARINO.
Bem haja, quem conserva a memória para a posteridade.

 Estou interessado em cheques destes antigos bancos.

Pelourinho: São João de Areias, já foi concelho; por isto, o Pelourinho.

Em 1841 foi concedida a Câmara Municipal de São João de Areias, para estabelecimento dos Paços do Concelho, a casa que servia de celeiro para recolher os frutos pertencentes à antiga Patriarcal.
Uma rua.

Uma casa ainda original; a outra já foi.


Zona de penedos, e, de tijolo!...







2 comentários:

  1. Quando se visita as nossas aldeias encontra-se sempre exemplos como estes.
    É de louvar o proprietário desse estabelecimento por conservar essas placas, sim Sr.!

    ResponderEliminar
  2. Conservar estas placas é recordar e preservar o passado e o sentir orgulho de ser correspondente das instituições

    ResponderEliminar