Este blogue chegou hoje (17-09-2015) às 66666 vizualizações

quinta-feira, 12 de julho de 2012

Alvarim: Tondela

Ao consultarmos a PORTUGALIAE MONUMENTA HISTORICA, encontramos no documento relativo à doação da vila de Santa Comba Dão ao Mosteiro de Lorvão, a povoação de Alvarim.
Lá fomos dar mais um passeio rural.

No Numeramento Joanino de 1527 Alvarym tinha 23 moradores; scilicet fogos.

 Alminhas com data de 1843

Marco; por não ter uma inscrição visível, desconhecemos o seu significado.






Casa centenária em bom estado de conservação.





Casa "californiana" em ruína.
Aqui o "graffiter" respeitou o antigo e usou o mamarracho.





A escada que aqui se encontrava foi retirada para uso do "senhor automóvel", tudo em nome do progresso, qual?
Foi a primeira vez que a esta aldeia me desloquei, mas nota-se que esta casa tinha uma escada para acesso; foi um atentado feito com o consentimento da população ou como sempre por autoria dos senhores camarários? Que responda quem quiser.
Nas cidades fecha-se o acesso ao automóvel, nas aldeias deita-se abaixo para dar passagem ao automóvel.


É tão rara a população que quando há visitas até os gatos estranham.

























Que marco será este?













7 comentários:

  1. Degradação de uma terra em que chegaram a viver aqui mais de 100 familias. A escola primaria no meu tempo de aluno da 4ª classe tinha no total 42 alunos lecionando uma professora no ano 1960.
    Recordo todas estas fotos em que eram estas casas todas habitadas com 6 e mais pessoas.
    Alguns habitantes destas ruinas tambem construiram nas imediaçoes casas muito bonitas.

    ResponderEliminar
  2. Felizmente que construíram casas noutros locais; assim estas ficam para memória das gerações vindouras. Muitas destas centenárias casas foram construídas com a pedra de outras mais antigas, algumas do tempo dos romanos, e até trazidas de castros!
    Agradecido pelo seu comentário.

    ResponderEliminar
  3. A aldeia não se encontra assim tão desabitada, durante o dia maior parte da população andas a trabalhar, uns no campo outros deslocam-se para a cidade Tondela onde tem o seu posto de trabalho.
    Ficou por descobrir mais 5 alminhas que existem em Alvarim, bem como outros monumentos. Refere um marco que encontrou, isso é mesmo só uma pedra que o dono da casa lá deixou, não tem significado nenhum. Quanto as escadas que existiam em algumas moradias foram retiradas pelos próprios proprietários e já há muitos anos, mesmo antes de começar a haver automóveis na aldeia. Quanto a outras ruínas que lá encontrou estão abandonadas pelos proprietários que nem melhoram nem vendem, simplesmente deixam cair.
    Obrigado pela visita à nossa aldeia.

    ResponderEliminar
  4. Obrigado por seu comentário.
    Tenho de regressar à vossa/nossa aldeia! Para encontrar as alminhas, bem como os outros monumentos. Sem a companhia de pessoa conhecedora da região é difícil encontrar todos os monumentos locais.
    Cumprimentos.

    ResponderEliminar
  5. Como é que não consigo identificar pelas fotos, a minha aldeia? Estou fora á mais de 40 anos, mas tenho ido e não me apercebi desta situação. Se for este Avarim, onde nasci.

    Abel Matos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Esta é Alvarim lugar da freguesia de Dardaváz concelho de Tondela. Penso que é a sua terra natal. O facto de não a reconhecer, é que o autor deste blogue mostra o que ainda resta do passado, e não o que de "moderno" as aldeias tem.

      Eliminar
    2. Obrg. pela explicação, Francisco, abraço.

      Eliminar