Este blogue chegou hoje (17-09-2015) às 66666 vizualizações

sábado, 31 de dezembro de 2011

Dona Maria: carta com porte 150 réis

A razão a nós foi dada pelo aparecimento da carta em leilão pela firma Soler y Llach no próximo dia 5 de Outubro deste ano de 2016.
Foi a carta vendida pelo preço de saída 25000 euros mais comissão de 20%, que fazem o total de 30000 euros. Sendo comprada por 16000 Escudos cujo valor seriam hoje de aproximadamente 7000 Euros; Grande negócio.
----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Em busca das jóias perdidas da filatelia portuguesa:

Aquando do grande leilão da colecção de Ângelo Lima foi afirmado que o lote 100;
Era uma das duas cartas conhecidas com este porte.

Será assim? Penso que não, pois, com este porte 50+100 réis; ERAM CONHECIDAS QUATRO, segundo a avalizada opinião de Carlos Trincão.

Teriam ido a banhos as outras duas? Quanto à carta que aqui é mostrada, não podemos levar em conta a opinião do Sr. Eng. Armando Vieira, pois carece de fundamento a opinião por ele formulada.
Se tinha tanta certeza, qual a razão de não ter escrito um artigo, rebatendo as teses dos velhos mestres? Duvido que a tenha estudado, coisa que os antigos mestres da filatelia e marcofilia - Professor Doutor Carlos Pinto Trincão, e Sr. Doutor António Fragoso - fizeram, como se prova pelas imagens documentadas que abaixo se encontram, e que foram publicadas na revista " O SELO" nº 227 de Janeiro de 1959, e na mesma revista nº 222 de Julho de 1958.


Para aqueles que não conhecem Henrique Mantero, foi o responsável filatélico e numismático da prestigiosa Casa A. Molder.
Na revista da Casa A. Molder "O SELO" Henrique Mantero publicou inúmeros artigos, que lhe dão o titulo de VULTO DA FILATELIA.


O Sr. Professor Doutor Carlos Pinto Trincão, dispensa apresentações.


Na área da MARCOFILIA; o Sr. Doutor António Fragoso, dispensa apresentações.












FIM

Sem comentários:

Enviar um comentário