Este blogue chegou hoje (17-09-2015) às 66666 vizualizações

terça-feira, 27 de setembro de 2011

PORTELA: SANTA COMBA DÃO

Portela faz parte da freguesia do Couto do Mosteiro.
Uma das muitas com este nome: vem referenciada no Dicionário Corográfico de 1906.

Não consta no Numeramento Joanino, que indicia pertencer à Colmeosa nesse tempo.

Em 1911 tinha 7 fogos, e 33 residentes.
Em 1940 tinha 16 fogos, e 77 residentes.
Em 1960 tinha 16 fogos, e 60 residentes.
Em 1970 tinha 18 fogos, e 72 residentes.
Em 1981 tinha 28 fogos, e 99 residentes.
Em 1991 tinha 33 fogos, e 80 residentes.


Em meados dos anos sessenta do século XX existia em funcionamento:
Uma padaria, que era proprietário o Senhor Augusto Ferreira Lopes.


Alminhas na Portela: na parte superior tem esculpida uma coroa.


Casa em ruínas na Portela.


Ruínas: para acentuar o estado de abandono, optasse pela não limpeza dos espaços.


Já pouco resta do tempo em que por aqui passava a comitiva real nas suas viagens entre Coimbra e Viseu.


Telha dos Milagres, Tábua.


Casa com parede em tabique.


Parede lateral em tabique.


Pombal antigo na Portela


Em 21 de Junho de 1876, José Neves; Idade 27; Profissão, Trabalhador; Solteiro; Residente no Lugar da Portela; Freguesia do Couto do Mosteiro; Concelho de  Santa Comba Dão. Requereu passaporte com destino ao Rio de Janeiro.



Em 26 de Abril de 1884, José Gomes; Idade 40; Profissão, Trabalhador;  Casado; Residente no Lugar da Portela; Freguesia do Couto do Mosteiro; Concelho de Santa Comba Dão. Requereu passaporte com destino ao Império do Brasil.


Em 17 de Outubro de 1887, José Ferreira; Idade 18 Profissão, Ferreiro;  Solteiro; Residente no Lugar da Portela; Freguesia do Couto do Mosteiro; Concelho de Santa Comba Dão. Requereu passaporte com destino a Luanda.



Sem comentários:

Enviar um comentário