Este blogue chegou hoje (17-09-2015) às 66666 vizualizações

quarta-feira, 31 de março de 2010

Klüssendorf: Postilhão - Portes


Carta aceite na EC de Canelas em 23.08.1991.
Regime europeu até 20 gramas normalizado via aérea = 80$00 desde 1-1.1991.

Curiosidades: Raridade ou Mamarracho?


Felizmente esta foi entregue.
Estará a máquina de leitura óptica preparada para receber papéis mais finos que os que actualmente usam os fabricantes de envelopes?
Este é de um stock de velhos envelopes que comprei a um preço muito vantajoso, respeita as medidas. É um envelope normalizado.
Tenho vários que a dita máquina dobrou e marcou mal o código de barras, mas este é o único que rasgou, isto se, os dois que faltam não foram triturados pela máquina.

segunda-feira, 29 de março de 2010

klüssendorf: Postilhão Portes


Carta enviada para Itália em 1991, carimbo mal batido.
Porte do segundo escalão 21 a 100 gramas, correio internacional, regime europeu. VIA SAL, categoria: Livros, Jornais e Publicações periódicas = 120$00, desde 1-1-1991.
Circulou aberta e sem conteúdo.

sexta-feira, 26 de março de 2010

Klüssendorf: Postilhão - Portes


Carta aceite na EC do Município em 3-06-1991.
Porte de CORREIO AZUL até 20 gramas = 70$00, de 1.1.1991.
Antes das etiquetas foram usados carimbo com o símbolo CORREIO AZUL, São os precursores desta nova classe de correspondência, iniciada neste ano de 1991 para o serviço interno.

quarta-feira, 24 de março de 2010

Klüssendorf: Postilhão - Portes


Correspondência aceite na EC de Canelas em 10.7.1991.
Portes de 1.1.1991 = Cartas até 20 gramas, formato normalizado. Regime especial para os países da CEE = 60$00.

terça-feira, 23 de março de 2010

Klüssendorf: Postilhão - Portes


Carta enviada para Macau em 1992 e devolvida ao remetente.
Porte até 20 gramas por via aérea na categoria - LIVROS, JORNAIS, PUBLICAÇÕES PERIÓDICAS = 40$00.
Circulou aberta e sem conteúdo.

segunda-feira, 22 de março de 2010

Curiosidades: Raridade ou Mamarracho?


Carta entregue ao balcão do Posto de Correios de Lever em 19.03.2010.
Estaremos perante uma usurpação de propriedade, ou os CTT tem o direito de usarem a correspondência devidamente paga e para a qual são contratados? Isto é, São ou não os correios pagos para que transportem a correspondência? Se sim, com que direito usam-na para os seus testes de qualidade?

Neste caso não deixa de ser caricato a sigla « A DEMORA DESTE OBJECTO FOI CONTROLADA QUEREMOS SERVI-LO COM Qualidade».

Mas que demora? Se a recebi no primeiro dia útil!...
Não tem os CTT de saber que sou um amante de ATM's, é deveras caricato fazerem isto a um coleccionador de ATM's.

Se é um mamarracho, pouca sorte, se é uma raridade, sou um tipo de sorte......

domingo, 21 de março de 2010

Klüssendorf: Postilhão - Portes


Bilhete postal aceite na EC de Mafamude em 22.04.1992.
Porte de 10.2.1992.

terça-feira, 16 de março de 2010

Klüssendorf: Postilhão - Portes


Carta multifranquiada com ATM Postilhão de 35$00 + Caravela de 40$00, aceite na EC de Santo Ovídio em 7.1.1994.
Primeiro porte do CORREIO AZUL = 75$00 desde 4.3.1993

segunda-feira, 15 de março de 2010

Klüssendorf: Postilhão - Portes


Carta aceite na EC de Canelas em 12.7.1991
Porte de 160$00 correspondente à tarifa= Regime Extra Europeu, formato não normalizado até 20 gramas. VIA SAL Correspondências.

sábado, 13 de março de 2010

Klüssendorf: Postilhão - Portes


Passados estes anos desconheço a razão de ter colocado esta carta em circulação com portes em falta.
Para todos os efeitos é deveras curiosa:
1º - Se optar por colocar a menção CORREIO AZUL (agora) o porte estaria correcto, isto se fosse facultada a circulação no dia da mudança de tarifas - Portes de 1.1.1991 = CORREIO AZUL até 20 gramas 70$00 + Prémio de registo 140$00, total 210$00.

2º - Se optar por deixar a peça como está ( o que vou fazer) esta deveria ter sido porteada, pois tinha a taxa em falta de 15$00. Portes de 10.2.1992 = Cartas de 21 a 100 gramas 70$00 + Prémio de registo 155$00, total 225$00.

3º - Foi aceite em Mafamude em 10.2.1992 ( não me recordo se era uma extensão da EC de Vila Nova de Gaia) e seguiu para a EC ou Centro de distribuição de Vila Nova de Gaia, situado na Avenida da República.
Como é constatado, não foram os selos obliterados em Mafamude ( o recibo do registo foi mais o talão!) e foram obliterados com a marca de Vila Nova de Gaia, no dia seguinte.

Esta marca MAFAMUDE não é vulgar, pois passou pouco tempo assim, tendo passado a EC de Santo Ovídio.

Carta multifranquiada com selos # 1825, 1916, 1944 e ATM Postilhão **60.

SMD: Alimentação Saudável - Verde + claro


Acabo de encontrar uma máquina SMD com o rolo na cor verde + claro.
Já referenciado noutro blogue, parece existir 3 variantes de cor. Desconheço se esta é a média ou a mais suave.

sexta-feira, 12 de março de 2010

Klüssendorf: Postilhão - Portes


Carta aceite na EC de Canelas em 23.8.1991.
Segundo porte 21 a 100 gramas CORREIO AZUL = 100$00
Prémio de registo = 140$00
Total 240$00

terça-feira, 9 de março de 2010

Klüssendorf: Postilhão - Portes


Carta aceite na EC do Município em 1.7.1991.
Segundo porte do correio azul 21 a 100 gramas = 100$00
Prémio de registo = 140$00
Total 240$00

Esta seguiu sem a marca ou etiqueta CORREIO AZUL.

segunda-feira, 8 de março de 2010

Klüssendorf: Postilhão - Portes


Carta franquiadas com 4 ATM's de 70 Escudos.
Aceite na EC do Município em 1.7.1991.
Segundo porte de 21 a 100 gramas = 65$00
Prémio de registo = 140$00
Aviso de recepção = 75$00
Total 280$00.

sexta-feira, 5 de março de 2010

Klüssendorf: Postilhão - Portes


Carta franquiada com 10 ATM's de 32 Escudos.
Aceite na EC do Município em 1-7-1991.
Entregue com a taxa correspondente ao serviço:PRÓPRIO ( Expresso), foi aceite como registada, alegando o funcionário que esse serviço não estava disponível.
No livrinho vermelho dos portes para 1991 estava lá o serviço, por isso fabriquei esta peça.

Mais uma curiosidade filatélica ou talvez não.

Tem a palavra os estudiosos, pois estamos perante uma peça única. Não acredito que exista outra igual.

Correio Económico: O DESLEIXO


Carta entregue ao balcão do correio da Granja, com o pedido de ser colocada a marca do dia, acto que a funcionária não atendeu ( depois conversamos minha Senhora).
Tendo aparecido no CDP NORTE o funcionário la a passou pela máquina das marcas tipo mamarracho, só que o "selito" ( pois ou é ATM ou porte económico) não se tem o cuidado de obliterar a franquia.

Como o coleccionador especializado ( não é o meu caso) adora isto, até agradece.

terça-feira, 2 de março de 2010

Verso da carta enviada a Argentina


Para que não haja duvidas quanto a veracidade desta peça.

Crouzet : Impressão a Azul/Violeta


Carta enviada para a Argentina por correio económico no dia 22-02-2010 e regressada ao destinatário no dia 2 de Março!
Ainda dizem que os correios são lentos. Será que uma carta em correio azul, seria tão rápida?
Foi colada uma etiqueta - AVIÃO PRIORITY - não fui eu. Mesmo assim, considero uma viagem muito rápida.
Parabéns aos correios de Portugal e da Argentina.